NBB: Brasília perde do Mogi fora de casa

Com novo time titular, o Brasília amargou a quarta derrota em quatro jogos no NBB 11. Dessa vez, o adversário foi o Mogi das Cruzes, que bateu a equipe brasiliense pelo placar de 97 a 82. Pedro Mendonça e Rafa Moreira entraram nos lugares de Ricky Sanchez e Arthur. Foi efetivo no primeiro quarto, quando o Brasília saiu vencedor. Porém os donos da casa viraram e abriram larga vantagem nos períodos seguintes e conquistaram sua terceira vitória no campeonato. O Universo/Caixa/Basquete Brasília volta à quadra na quarta feira (31), às 20h45, pelo NBB, contra o Bauru, no Ginásio da ASCEB, para tentar, finalmente ganhar a primeira partida no campeonato.

Primeiro quarto

Mogi começou com a marcação pressão e manteve a posse da bola. Abriu 7-0. O Brasília só pontuou quando o cronômetro marcava 8:05 para o fim. A vantagem, que chegou a ser de 9 pontos, foi revertida e os brasilienses terminaram o primeiro quarto com 26 a 24. Destaque para Pedro Mendonça, com 9 pontos e 100% de aproveitamento nos arremessos.

 

Segundo quarto

A vantagem do Universo/Caixa/Brasília Basquete não durou muito. Com 9:34 restantes, os donos da casa retomaram a liderança no placar. A equipe de Mogi foi comandada por Gui Deodato, que fez 7 pontos no quarto. O jogo foi para o intervalo com 51 a 44 para o Mogi.

Intervalo

No intervalo da partida, uma ação interessante por parte da equipe de Mogi. Um torcedor chamado Marcelo, portador de necessidades especiais, que acompanha os jogos, vai ao aeroporto recepcionar a equipe e já chegou a dormir no ginásio para comprar ingresso, recebeu a carteira de sócio-torcedor da equipe.

Terceiro quarto

No terceiro quarto, o Brasília falhou nos rebotes, fundamento mais questionado da equipe. Foram apenas 8. Os jogadores do Mogi efetuaram 5 tocos só neste quarto. A curiosidade é que ainda não haviam conseguido nenhum. Placar de 74 a 62 para os donos da casa.

Último quarto

O último quarto do jogo foi meramente para cumprir a regra. O Brasília se esforçou, mas a vantagem construída pelo Mogi já não era mais reversível. Placar final de 97 a 82 para os donos da casa. Os cestinhas da partida foram Gui Deodato e João Pedro Batista, ambos do Mogi das Cruzes, com 24 pontos. Nezinho teve a maior pontuação dos brasilienses: 16.

Confira como foi a derrota contra o Corinthians

Por Vinícius Heck e Ricardo Ribeiro, de Mogi das Cruzes (SP)

Supervisão de Luiz Claudio Ferreira

Agradecimento ao apoio do jornalista Lucas Magalhães, da Rádio BSB Sports, parceira da Agência de Notícias UniCEUB

 

 

 

Post Author: Agencia de Noticias Uniceub

Professores e estudantes do curso de jornalismo construindo um projeto de extensão para promover práticas e repensar rotinas de produção