Luxemburgo detona clássico em Brasília e diz que torcedor será de “passeio” e “coca-cola e sanduíche”

Na véspera do clássico contra o Flamengo no Mané Garrincha, em Brasília, o técnico do Vasco, Vanderlei Luxemburgo, criticou a realização do jogo na capital federal. Após o treino, em coletiva com a imprensa, ele afirmou que a partida não deveria ser disputada longe do torcedor do Rio de Janeiro que, segundo ele, “abraça o time”. “Eu queria jogar em São Januário (…) Esse torcedor (de fora do Rio) não é aquele que vai ao São Januário, aquele que abraça o time, que vai junto com a equipe. Esse torcedor é coca-cola e sanduíche, que leva a família para um passeio de domingo. Ele se diverte, está com a família, vê os jogadores dele, bateu palma, foi embora para a casa e acabou”, justificou.

Ele disse que não se tratava de uma ofensa a quem for prestigiar a partida. “Não tô ofendendo o torcedor. Mas é uma torcida diferente”.  Ele lembrou que o Maracanã já foi palco de grandes partidas entre as equipes.  “Sempre teve esse clássico no Maracanã. Eu joguei acho que com 170 mil torcedores. É um clássico de muita tradição. O pessoal fica um pouco zangado comigo porque eu falo todo tipo de verdade, mas quando você joga fora do seu Estado e do seu campo você é sempre visitante, mesmo quando é mandante do jogo”.

Direto da Itália

Apesar de Luxemburgo não levar fé nos torcedores locais, a partida mobilizou a atenção de brasilienses que se concentraram ao redor do estádio. Entre eles, havia um vascaíno fanático, que mora na Itália.   Victor Barbosa, de 18 anos, aproveitou as férias para vir ver o seu time de coração de perto. “Eu vim para passar as férias e por sorte consegui pegar um Vasco e Flamengo. O sonho da minha vida é ver Vasco e Flamengo. Eu cheguei ao Rio na semana passada e vim aqui em Brasília ontem para ver o jogo. Em setembro, eu estou voltando para a Itália. Então, tem que curtir o Vascão o máximo possível”, disse o jovem.

O jogo neste sábado, que é válido pela 15ª rodada do Brasileirão, deverá ter um público superior a 52 mil pessoas. Os ingressos mais baratos custam R$ 65 (meia entrada na área superior)

Por Vitoria Von Bentzeen

Post Author: Agencia de Noticias Uniceub

Professores e estudantes do curso de jornalismo construindo um projeto de extensão para promover práticas e repensar rotinas de produção