Liga Ouro: Cerrado perde a 4ª seguida, dessa vez para o vice líder Campo Mourão (PR)

O Cerrado perdeu a quarta partida seguida pela Liga Ouro, de Basquete (a segunda divisão do NBB). Desta vez, o revés aconteceu diante do vice-líder Campo Mourão, de virada. A equipe paranaense venceu o jogo por 91 a 88. O último minuto da partida foi o decisivo, com prorrogação e emoção até o final.

1º quarto

O Cerrado começou o jogo na frente e chegou a abrir 8×3 no placar. Porém a equipe estagnou. Foram 6 minutos e 24 segundos sem pontuar. O Campo Mourão aproveitou para virar o placar e abrir vantagem. Destaque para o número de rebotes da equipe. Foram 14, contra 7 do alviverde. O quarto terminou 19×10 para os visitantes. Willie Mangum, armador do Leão, fez 8 pontos.

2º quarto

O Cerrado voltou com outra postura. Nando, camisa 76 dos donos da casa, converteu 2 bolas da zona de 3 em 2 minutos. O Campo Mourão começou a cometer faltas para tentar parar o ímpeto do Cerrado. Estourou o limite das 5 infrações com pouco mais de 6 minutos para o fim do quarto. Além disso, foram 3 minutos e 24 segundos sem pontuar, o que permitiu a aproximação do time alviverde. O placar ficou 37×33 para Campo Mourão. Mangum continuou como cestinha, com 12 pontos.

3º quarto

Assim como no 1º quarto, o Cerrado começou melhor e abriu 11×0 no placar do quarto, mas, em seguida, os visitantes acertaram 4 bolas de 3 em pouco menos de 2 minutos e recuperaram a vantagem. Do lado do Cerrado, Luís Mendonça converteu a única bola de 3 da equipe no quarto. O placar ao final dos 10 minutos marcava 60×55 para Campo.

4º quarto

Campo Mourão tentou administrar a vantagem e conseguiu durante boa parte do tempo, mas perto do final a equipe desperdiçou muitas posses de bola e o Cerrado empatou a partida em 74×74 com 1:01 restante.

Último minuto

Cada equipe converteu uma cesta de dois pontos e desperdiçou uma posse de bola. A última chance foi de Campo Mourão, que não conseguiu converter. A partida terminou 76×76 e foi para a prorrogação.

Prorrogação

Assim como no tempo regulamentar, o Cerrado começou melhor e abriu 7 pontos de vantagem. Da mesma maneira, Campo Mourão reagiu e virou o jogo (87×86) a 1:06 do fim. As equipes trocaram cestas, os visitantes converteram 2 lances livres e, na última posse, Zabriski, ala dos donos da casa, teve a responsabilidade de arremessar para 3 pontos. Ele errou e a partida terminou 91×88. Mangum fez 28 pontos, enquanto o melhor pontuador do Cerrado foi Patrick Vieira, com 25.

Discussão

Ao final da partida, uma discussão tomou conta da quadra. Os mais esquentados eram Edu Mariano, ala do Campo Mourão, e Dimitri, presidente do Cerrado. A turma do deixa disso entrou em ação e separou as delegações.

Faaaala, jogador!

Para o ala cerradense Danilo Sena, a derrota não mostra queda de rendimento do time: “Acho que a gente jogou bem. Conseguimos parar o principal deles que é o físico. Abrimos 7 pontos  mas eles marcaram uma pressão que a gente não conseguiu sair dela. Assim, ficou difícil de correr atrás da equipe de Campo Mourão que é muito boa.”

A marcação forte dos paranaenses na segunda metade do jogo também foi determinante na opinião do armador Cassiano, de Campo Mourão: “No primeiro tempo a gente não conseguiu parar o contra ataque do Cerrado e isso nos complicou. Diminuimos isso no segundo tempo, marcamos mais fechados sem tomar infiltrações e isso nos fez sair com a vitória”.

 

Texto de Vinícius Heck e Ricardo Ribeiro
Fotos: Ricardo Ribeiro
Supervisão de Luiz Claudio Ferreira

 

 

Post Author: Vinícius Heck

Vinícius Heck

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *