Prédio sem alvará cai em Vicente Pires; saiba mais sobre a investigação

Um edifício com 6 pavimentos e um andar subsolo desabou próximo ao Taguapark, em Vicente Pires, nesta sexta (20). Duas residências próximas foram evacuadas para prevenção de riscos à segurança dos vizinhos. Nenhum ferido foi encontrado no local após o acidente.

A Agência de Fiscalização do DF (Agefis) informou que o responsável pela construção do prédio já foi multado pela obra inadimplente. A soma das multas chega a R$ 13 mil, incluindo a referente pela interdição do prédio, realizada em 2016, quando ainda estavam construindo o segundo pavimento da estrutura. A segunda multa, com valor dobrado, foi em 2017 pelo descumprimento do mandato de interdição da construção. O responsável pela edificação era procurado pela Polícia Civil para prestar esclarecimentos.

O Subsecretário de Proteção e Defesa Civil do Distrito Federal, Sérgio Bezerra, descreveu que a edificação ainda está ruindo “Há ainda quebra de materiais em função da estrutura comprometida”. Eram duas edificações em um mesmo lote. Uma delas desabou e compromete a segunda edificação, complementar. “Vigas e pilares estão seriamente comprometidos, é necessária uma atuação rápida da engenharia para a edificação continuar de pé”. A Defesa Civil informou que a primeira medida será o escoramento desta estrutura comprometida para evitar o desabamento completo do prédio. O proprietário pode arcar com a demolição por completo do edifício caso gere riscos à segurança pública.

Vizinhos relatam o perigo das construções verticais que sobem às margens da Colônia Agrícola Samambaia Vicente Pires, “Aqui é para ser setor de chácaras, não é para ter prédio. É por isso que acontece este tipo de coisa”.

“Corre o risco de desabar completamente. Eram duas edificações em um mesmo lote. Vigas e pilares estão seriamente comprometidos, é necessária uma atuação rápida da engenharia para a edificação continuar em pé. Há ainda quebra de materiais em função da estrutura comprometida”

Sérgio Bezerra, subsecretário de proteção e defesa civil do DF

A Defesa Civil informou que a primeira medida será o escoramento desta estrutura comprometida para evitar o desabamento completo do prédio. O proprietário pode arcar com a demolição por completo do edifício caso gere riscos à segurança pública.

Por Cezar Augusto

Post Author: Agencia de Noticias Uniceub

Professores e estudantes do curso de jornalismo construindo um projeto de extensão para promover práticas e repensar rotinas de produção

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *