Artista brasiliense que teve paralisia cerebral expõe quadrinhos japoneses

Interpretações detalhistas e fiéis às histórias e conceitos de ilustrações (antes) em preto e branco ganham cores pela sensibilidade de Sereno Vilarinho, de 29 anos de idade. Cada arte é um sintoma de vitória para o rapaz que teve paralisia cerebral quando nasceu. Desde 2012, ele trabalha com a coloração de quadrinhos. Tudo aconteceu, primeiramente, por diversão. […]