Banda folk brasiliense investe em produções autorais

Violão, guitarra e baixo… Com composições autorais, a banda brasiliense de estilo folk San Lunes aplica os versos em letras de amor. Uma particularidade é que os músicos Allan Massay, de 26 anos, André Garotti, 30, e Thiago Raymon, de 26 não têm instrumento fixo. Nesse espírito, eles se preparam para o lançamento do primeiro disco. Apesar dos desafios para produzir, Allan Massay afirma que ao mesmo tempo em que a falta de recursos vira uma limitação, transforma-se também uma vantagem. “A gente se vira, quando a gente tem mais recurso pra fazer os vídeos, a gente consegue fazer muito mais com muito menos”.

Confira clip da música “Meu fim”

 

André Garotti é produtor musical e Allan Massay possui a produtora EntreQuadros, o que acaba facilitando a gravação e edição dos vídeos e das músicas autorais. A banda conta com a ajuda de Rui Rodrigues e Matheus Bacelar, que, tão importantes quanto qualquer outro membro da banda, são os responsáveis pela área de foto e vídeo.

O grupo acredita que todas as artes trabalham juntas, unificadas, e esse é o objetivo da junção da música com o cinema, por exemplo, para produção dos vídeos. “Mais do que uma banda, a gente tenta ser uma plataforma de arte, e a gente tenta evidenciar principalmente a arte aqui de Brasília”, comenta Allan. Ele conta que atores e músicos de Brasília já participaram de suas gravações. A última música lançada, “Meu Fim”, foi gravada nos espaços da Funarte e contou com a participação de outros 10 músicos brasilienses, e eles estão gravando mais cinco músicas para serem divulgadas em breve para o lançamento do primeiro CD do grupo.

Com influências brasileiras com figuras de Tiago Iorc e Anavitoria e internacionais, dentre outros, Kodaline, Passenger, John Mayer, Parachute, Lewis Watson, Ed Sheeran, eles acreditam que a aceitação do folk, principalmente no Brasil, tem sido cada vez maior. “A gente tá entrando nessa onda, mas não por modismo, mas porque a gente realmente gosta do que faz e a aceitação tem sido muito boa, e a gente espera que aumente muito com o lançamento do nosso CD”. Os músicos acreditam também que, por conta de parcerias e aceitação do público, é bom ver que eles podem contar com pessoas que acreditam em sua música e proposta artística.

Por Aline Rocha

Foto por Hugo Zé

Post Author: Agencia de Noticias Uniceub

Professores e estudantes do curso de jornalismo construindo um projeto de extensão para promover práticas e repensar rotinas de produção

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *