Homem Aranha: Longe de Casa traz novos dilemas e ameaças

“Homem Aranha: Longe de casa” é tudo que o universo da Marvel precisava para fechar com chave de ouro a fase 3. Mais uma vez tendo Jon Watts na direção, o longa estreia nos cinemas de todo Brasil, nessa quinta-feira (4).

Assista ao trailer

Para quem é fã dos filmes da Marvel, sabe que desde 2008 com o primeiro “Homem de Ferro” todos os filmes que saíram, ao longo desses 11 anos foi como um quebra cabeça. Mesmo alguns com uma cronologia diferente, eles se completavam e com esse filme, é quase como a cereja do bolo para fechar alguns pontos deste ciclo do MCU.

É claro que na futura fase 4 a gente vai conhecer uma nova era e mesmo sentindo saudade de grandes heróis que fizeram parte dessa trajetória, o que vem por aí será surpreendente.

“Homem Aranha: Longe de casa”, traz o jovem Peter Parker (Tom Holland) com grandes dilemas em relação a ser um herói e a responsabilidade que isso traz. Após vários incidentes do passado e a grande perda que sofreu, Peter está emocionalmente esgotado e a única coisa que ele quer é curtir a viagem da escola pela Europa com seus colegas e enfim tentar falar com MJ (Zendaya) sobre seus sentimentos.

Mas no meio dessa viagem, Peter é surpreendido por Nick Fury (Samuel L. Jackson) e conhece Mysterio (Jake Gyllenhaal). Diante disso agora os dois terão que deter uma nova ameaça, que são os “Elementais”.

“Homem Aranha: Longe de Casa” é um filme engraçado e divertido. Mesmo nos momentos mais tensos, é possível esboçar um sorriso. A comédia, junto com a ação que o filme propõe, traz uma combinação adequada. A forma também como os atores defendem seus personagens impõe verossimilhança à trama. Tom Holland incorporou Peter Parker.

Imperdível a primeira cena do longa, que é divertida e traz o tom inteiro do longa. Para quem acompanha os quadrinhos e sabe a fundo de toda a história desse personagem e desse mundo, pode se surpreender e ficar feliz com algumas cenas presentes no filme. Entre essas  situações, destacam-se o que vem por trás dos novos trajes de Homem Aranha, as questões da realidade paralela, além de como é mostrado o passado do enigmático do Mysterio (Jake Gyllenhaal).

As cenas pós-créditos são interessantes e surpreendem com a presença de um personagem especial. Além disso, trazem questionamentos e a sensação que ainda têm muita histórias por vir sobre esse personagem 

Por: Ana Vitória Queiroz*

Supervisionada por Luiz Claudio Ferreira

  • A convite do Espaço/Z
  • Imagens e trailer: Divulgação

Post Author: Agencia de Noticias Uniceub

Professores e estudantes do curso de jornalismo construindo um projeto de extensão para promover práticas e repensar rotinas de produção

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *