Campus Party Brasília recebe 2ª edição do Fórum “Educação do Futuro”

De 19 a 23 de junho, Brasília recebe a Campus Party. O evento é voltado para a área de tecnologia e contará com a presença de startups, workshops e palestras sobre o mundo tech. Mais de 12 mil pessoas são esperadas para a segunda maior Campus Party do mundo no Estádio Mané Garrincha. Além da tecnologia e do empreendedorismo, e como inovação é um dos motes centrais da Campus Party, o segmento de educação não poderia ficar de fora do centro das discussões e debates que ocorrerão na terceira edição em Brasília.

Um espaço totalmente dedicado ao tema educação do futuro, repleto de atividades estará instalado na área Open, que é gratuita e aberta ao público. E assim como no ano passado, o Instituto Campus Party, em parceria com a 7OEI, Microsoft, Ensinar Tecnologia, Escola Casa Brinquedos e a organização Células Empreendedoras realiza o 2º Fórum Educação do Futuro. Na programação, além de painéis e palestras em palcos como Feel The Future e Empreendedorismo, haverá atividades mais dinâmicas na Sala do Futuro.

A abertura do Fórum será dia 21, 11h15, no palco Feel The Future. Mas a programação, que se estende até dia 22, já começa dia 20, 20h30, com palestra da magistral Débora Garofalo no palco principal. Docente da rede pública há 14 anos, atualmente como Professora de Tecnologias, é considerada uma das dez melhores Professoras do Mundo pelo Global Teacher Prize, considerado o Nobel da Educação. Além dela, representantes do Insper, Unesco, Instituto Olga Kos, Sesi, Singularity University, Instituto Afro Reggae, UFRN, UnB, Secretaria de Educação do Distrito Federal, entre outros, participam de painéis e palestras sobre temas como inovação na educação, o papel do professor na educação do futuro e competências para o século 21.

“A realidade econômica, política e social da sociedade contemporânea tem se transformado em uma velocidade crescente, exigindo dos indivíduos – especialmente dos jovens – uma capacidade de adaptação e transformação de mesma intensidade. A educação no século XXI, nesse contexto imprevisível, enquanto meio de aceleração desse processo, precisa ser repensada. Não apenas em suas regras, estruturas, métodos, mas nos seus objetivos e metas pensadas a partir das necessidades imediatas e futuras”, afirma Francesco Farruggia, presidente do Instituto Campus Party.

Sala do Futuro

Nos dias 21, às 16h e 22, às 15h, um espaço nomeado Sala do Futuro, receberá pesquisadores, especialistas, gestores públicos e privados, tutores, professores e estudantes do Brasil e da Ibero-América, além dos campuseiros, para construir um manifesto pela educação em fóruns que discutirão os nortes e melhores práticas da educação, assim como promover a colaboração entre as instituições presentes e criar, de forma colaborativa, diretrizes a serem incluídas no documento que será entregue a instituições ligadas ao Governo.

Por Guilherme Gomes 

Post Author: Agencia de Noticias Uniceub

Professores e estudantes do curso de jornalismo construindo um projeto de extensão para promover práticas e repensar rotinas de produção