Liga das Nações: Brasil vira o jogo e vence a Itália; veja entrevista

No último dia de jogos em Brasília, a Seleção Brasileira venceu a Itália por 3 sets a 1. O público no ginásio Nilson Nelson foi de 9.500 torcedores. A única notícia ruim foi a lesão do central Maurício Souza.

Foto: FIVB/ Direitos reservados

No primeiro set, o time brasileiro perdeu para a seleção italiana. O Brasil foi marcado no bloqueio, fundamento em que marcou 5 pontos. A seleção brasileira também cedeu sete pontos por erros. O técnico brasileiro optou pelo levantador Bruninho e o oposto Alan, que não muito tempo depois foram substituídos.

O central Flávio pontuou no ataque e no bloqueio no primeiro set.  Outra substituição feita pelo técnico Renan Dal Zotto colocou em quadra o ponteiro Mauricio Borges. O time brasileiro também não conseguiu pontuar no saque. A Itália venceu o set por 28 a 26.

No segundo set, o Brasil teve um desfalque. Durante o jogo, o central Maurício Souza lesionou o tornozelo e deu espaço ao reserva Isac. O técnico Renan fez alterações importantes durante o set, mais uma vez o ponteiro Douglas Souza entrou e fez um ótimo set. O levantador Cachopa também entrou e fez a diferença na distribuição do jogo. O Brasil cedeu muitos pontos ao time italiano, (5 pontos).

O bloqueio brasileiro foi bastante explorado (6 pontos) e marcou poucos pontos no segundo set. O set foi finalizado pelo levantador Bruninho em um dos poucos pontos de bloqueio do set (3 pontos). O central Maurício Souza, lesionado durante a partida, saiu ovacionado pela torcida. O Brasil venceu o set por 25 a 22.

No terceiro set, a seleção errou bastante, mas se impôs no jogo. Durante o jogo, o Brasil manteve uma diferença significativa no set. O Brasil entrou em quadra com a formação do segundo set, o levantador Cachopa permaneceu em quadra, o central Flávio e o ponteiro Douglas Souza também.

Nesse set, o Brasil pontuou em todos os fundamentos. foram 12 pontos de ataque, 1 de saque e 3 de bloqueio. O segundo set também foi marcado por números impressionantes de erros em ambos os lados, no Brasil 9 erros. No lado italiano os erros custaram caro, foram 10 erros da seleção italiana que fizeram o Brasil ganhar com uma diferença grande no placar.  O Brasil venceu o set com o ponteiro Douglas Souza, por 25 a 18.

No quarto set a seleção repetiu o placar de 25 a 18. Durante o jogo o Brasil chegou a abrir 7 pontos de diferença, a seleção cedeu menos pontos de erros (5 pontos). Pontuou novamente em todos os fundamentos. Foram 5 pontos no ataque, 1 no saque e 2 no bloqueio.

A seleção italiana não se classificou para a final em Chicago (EUA). Ficou em 9º lugar no ranking. Já o Brasil confirmou favoritismo por ser o primeiro colocado e perder somente um jogo durante toda a competição. O Brasil chega aos Estados Unidos dia 10 de julho para disputar a fase final e tentar o título inédito. A seleção Brasileira ficou em 4º lugar na última, e primeira edição da Liga das Nações, naquela oportunidade sob o comando do técnico Renan Dal Zotto.

Por Victor Mayrink e Vitória Von Bentzeen

Supervisão de Luiz Claudio Ferreira

 

Post Author: Agencia de Noticias Uniceub

Professores e estudantes do curso de jornalismo construindo um projeto de extensão para promover práticas e repensar rotinas de produção

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *