Conheça os manifestantes pró governo

Desde a manhã deste domingo, 17 de abril, manifestantes contra o impeachment se reuniram no estacionamento do Ginásio Nilson Nelson, na região central da capital. Movimento dos Trabalhadores Rurais sem terra (MST), Central Única dos Trabalhodores (CUT), Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), União Nacional dos Estudantes (UNE), Movimento de Luta pela terra (MLT), Movimento de Luta dos Bairros (MLB), Mulheres Contra o Golpe, Sindicato dos Metalúrgicos, Movimento de Luta de Classes são apenas alguns dos grupos presentes na concentração na parte da manhã.

“Por um pedaço de terra”

Beatriz Lopes Almeida, 63 anos, chegou no sábado de manhã no planalto central. Goiana, ela acredita que as manifestações  serão pacíficas durante o dia. “Estamos todos lutando por uma democracia sadia”.

Confira a entrevista:

Partido dos Trabalhadores

Antônio Pereira, 58 anos é brasiliense e funcionário público. Ele afirma que infelizmente a estrutura que divide a Esplanada é necessária. “Muito ruim com o muro, pior sem ele”. O analista de sistemas diz ainda que o cenário econômico continuará ruim independente do resultado do impeachment. “A luta de classes chegou em um momento crucial. É um momento de luta que não vai terminar hoje”.

Confira a entrevista:

“A situação ficará mais grave”

IMG_8958
Clique para ampliar

Luzivan de Assis Moura, 50 anos, veio de São Paulo juntamente ao Movimento Terra Livre. Ele acredita que se a Presidenta não sofrer o impeachment, haverá condições de recompor o quadro econômico atual.  “Se caso ocorrer o impeachment, vai ficar mais grave a situação”. Ademais, o integrante afirma que o “muro” na Esplanada incita a violência.

Movimento Camponês Popular

IMG_9951
Clique para ampliar

A discordância do formato e conteúdo do processo de Impeachment foi apontado pelo militante do Movimento Camponês Popular, Denis Gonçalves, de 28 anos, que lutava em defesa da democracia. “Discordamos do conteúdo pois é claro que o intuito dessa derrubada é implementar um pacote de medidas contra os trabalhadores do campo e da cidade. Além de não ter crime de responsabilidade colocado”, ponderou.

A presença da estrutura que remete a um  “muro” colocada à frente do congresso foi uma medida necessária, segundo o militante.

“Proteção não pode ser divisão”

IMG_8964
Clique para ampliar

O integrante do movimento LGBT Cellos – MG, Thiago Alves, de 29 anos, disse que os meios, regras e métodos da democracia atualmente devem ser observados. “A partir do momento que temos um congresso que começa a desrespeitar a forma como deve se fazer o jogo democrático para poder ganhar mais poder, qualquer tipo de direito é ameaçado”.

A constante possibilidade de desrespeito aos direitos conquistados pelos grupos LGBT’s motivam muito os integrantes, segundo Thiago. “Se desrespeitam uma presidente, não há o que não possam desrespeitar”, argumentou.

“Temos receio de segurança de maneira geral, mas a ideia de proteção não pode ser a divisão da população”, comentou Thiago ao ser questionado sobre o “muro” instalado na frente do congresso.

UNE

Representantes da União Nacional dos Estudantes (UNE) de São Paulo, Luis Jourdain, Everton Gregório e Gioveni Toledo, todos 20 anos, explicam que a União já defendeu o impeachment, mas atualmente são contra. “Não tem base legal”, disse Everton.

Confira a entrevista:

“…Governo popular, tentativa de golpe”

A diretora do colégio estadual do Paraná e representante do movimento Mulheres Contra o Golpe, Ediane de Lima, apontou o atual momento como fundamental na história do Brasil. “Toda vez que tivemos na história um governo popular, aconteceu uma tentativa de golpe”.

Confira a entrevista:

Movimento dos Sem Terra

O militante do MST, Barnabé de Medeiros, mora no município de Pitanga, no Paraná, e veio a Brasília pelo medo de perder a jovem democracia brasileira. “Apesar de ser jovem em 500 anos de Brasil, estamos no momento em que a democracia mais se manteve na governância do país, 31 anos”.

Confira a entrevista:

Veja algumas fotos (Clique para ampliar):

IMG_8911 IMG_8917 IMG_8936 IMG_8947 IMG_8951

IMG_9958

 

 

Por Daniella Bazzi e João Victor Bachilli

Fotos: Arthur Menescal, Daniella Bazzi e João Victor Bachilli

Post Author: Editor Agencia CEUB