Dilma defende liberdade da mídia

Compromisso com a liberdade de opinião e de expressão e manter o diálogo com todos os agentes da radiodifusão, foi o que a presidente Dilma Roussef reafirmou na abertura do 27º Congresso Brasileiro de Radiodifusão em Brasília. Estavam presentes no evento outras autoridades, como o ex-presidente Sarney, Renan Calheiros, Levy Fidelis, o presidente da ABERT (Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão), Daniel Sarmento que destacou a enorme importância e desafios que a transição do sinal da TV analógica para digital representa para o Brasil e ainda a urgência para finalizar a migração de mais de 1000 rádios AM para FM. Sarmento ainda apontou que é preciso respeitar o direito de escolha da população e a flexibilização da Voz do Brasil, que para ele é “um entulho da década de 30.”

O novo ministro das Comunicações, André Pimentel foi aplaudido pela platéia ao afirmar que, embora tenha sido recém empossado, já determinou a criação de grupo de trabalho para dar maior celeridade nas demandas do segmento da Radiodifusão. Ao final do primeiro dia do evento, importantes nomes da TV e rádio foram homenageados, como Eli Correia, João Monteiro de Barros Filho, Mário Garofalo entre outros.

Por Karina Berardo

Foto: Site ABERT

Post Author: Editor Agencia CEUB