Mogi domina o Cerrado e se recupera no NBB

No Ginásio da Asceb, Mogi se recuperou de derrota e venceu o Cerrado em quadra por 86 a 74. Com grande atuação da dupla Mathias ( 21 pontos) e Wesley ( 16 pontos), os visitantes levaram a melhor; pelos mandantes, Rafa Moreira sai lesionado e preocupa para a sequência do NBB.

O time comandado por Bruno Lopes entrou em quadra com Paulo, Kenny Dawkins, Thornton, Rafa Moreira e Serjão. Já o Mogi, treinado por Danilo Padovani, iniciou com Lucas, Mathias, Mogi, Wesley e Lessa.

Wesley, um dos destaques da partida, comemora cesta de três pontos (Foto: Arthur Ribeiro)

Visitantes surpreendem

O Cerrado começou bem o jogo, abrindo 6 pontos à frente. Destaque para Serjão, Rômulo Gusmão e Rafa Moreira, com dois pontos anotados cada. Do outro lado, não demorou muito para o Mogi reagir e virar no Ginásio da Asceb. O ala Mathias, da equipe visitante, foi o principal nome do primeiro período com 9 pontos, fechando o quarto, 17 x 26 para o Mogi.

No segundo período, o visitante seguiu mostrando organização e aproveitava as chances de ataque, chegando a abrir 15 pontos à frente, 19 a 36, mas o time comandado por Bruno Lopes esboçou uma reação e melhorou, porém a equipe pecava defensivamente e a equipe de Mogi das Cruzes comandava no marcador, indo para o intervalo a frente: 29 a 42.

Bruno Lopes não conseguiu comandar sua equipe para a vitória (Foto: Gabriel Teles)

Intervalo

No intervalo de jogo, o Cerrado apresentou aos 153 presentes que estavam no Ginásio da Asceb, sua equipe feminina de basquete, que tiveram grande desempenho e conquistando o inédito 4º lugar no Campeonato Brasileira de Basquete, em São José dos Campos. O grupo feminino foi saudado com uma salva de palmas e nomeado em quadra pela comissão.

Equilíbrio em quadra

Na volta do intervalo, a equipe do Cerrado retornou vibrante e equilibrando o jogo. Gusmão enganava pelo Cerrado, Mathias ampliava para o time de Mogi das Cruzes. disputado e amarrado, o placar era de 39 a 53, para o Mogi, faltando 5´29, o principal nome do Mogi caiu após uma cesta e chocou-se de cabeça com Rafa Moreira, ala do Cerrado, protagonizando um lance preocupante e paralisando a partida. Após os atendimentos, o jogo retomou eletrizante com Cerrado na defesa, com direito a grande toco em seguida uma bela cravada de Ruan, Dawkins marcou mais dois pontos e animou a torcida nas arquibancadas. O armador Fabricio anotou mais dois para os visitantes, mas Kenny Dawkins e Thornton ampliaram com três pontos, cada, e o Cerrado acendia em quadra, fechando o quarto em 22 a 23, no agregado 51 a 65.

Dawkins tentou a reação com o Cerrado, mas não deu (Foto: Arthur Ribeiro)

No último período, era jogão .Lucas ampliava para os visitantes, Ruan respondia para o Cerrado. Faltando 6´30 no cronômetro, Perrot deu ótima assistência de costas para Thornton cravar na cesta e anotar 13 a 6, no quarto, Cerrado. Nos minutos finais, o jogo estava nervoso, faltando 3´43, Lessa ampliou com dois pontos. O armador Pierotti ditava o Cerrado, mas a equipe da casa errava embaixo do garrafão e o Mogi aproveitava com Mathias, grande nome da noite. O Cerrado diminuiu com Ruan, mas não foi o suficiente e o Mogi venceu o jogo por 74 a 86.

Paulo, do Cerrado, deu entrevista após a partida. “Hoje foi um jogo difícil para a gente. Tivemos muitas chances. Continuamos trabalhando e seguindo em frente, temos muito a evoluir”. Questionado sobre a sequência na competição, o ala respondeu. “A gente perdeu dois jogos, porém, temos que ir focado o importante agora é apenas a vitória”.

O próximo compromisso do Cerrado será na quarta-feira (1/12), contra o Paulistano, às 19h30, em São Paulo. Já o Mogi retorna à quadra na mesma data, às 20 horas, a equipe enfrenta o Unifacisa, em casa.

Por Gabriel Teles
Supervisão de Luiz Claudio Ferreira

Post Author: Agencia de Noticias Uniceub

Professores e estudantes do curso de jornalismo construindo um projeto de extensão para promover práticas e repensar rotinas de produção