Brasília Basquete volta a perder e assume a vice-lanterna do NBB

Neste domingo (21/11), o Brasília Basquete perdeu em casa para a equipe paranaense Pato Basquete. Com um recorde negativo de cinco derrotas em cinco jogos, os brasilienses quebraram essa sequência negativa na última sexta-feira (19/11), ao vencer o Mogi no Arena BRB Nilson Nelson, com o apoio das mais de 1.700 pessoas presentes na torcida. Desta vez, 1.459 pessoas estavam presentes para assistir, mas não foi o suficiente para impedir a derrota da equipe da casa, que voltou a perder.

O jogo

O Brasília teve um bom início de jogo, disparando no placar para 13 pontos em quatro minutos de jogo, graças às atuações do armador Pedrinho Rava e do pivô Ronald. Com dificuldade para pontuar na defesa do Brasília, o Pato Basquete mostrou um aproveitamento baixo em seus arremessos, mas conseguiu se recuperar nos minutos finais do quarto, com o ala-pivô Scheuer anotando cinco pontos em dois minutos em quadra. O primeiro quarto encerrou com o placar de 22 a 17 para Brasília.

Comandados pelo técnico Dedé Barbosa, o Pato Basquete saiu invicto da capital (Créditos: Thiago Quint)

A equipe da casa perdeu o ritmo na sequência, com apenas três jogadores pontuando nos dez minutos do segundo quarto. O aproveitamento coletivo foi abaixo da média, sendo 26,8% de conversão dos arremessos e oito pontos marcados. O time paranaense teve uma experiência semelhante no quarto, apenas três de seus jogadores pontuaram, mas com um aproveitamento melhor do que aquele apresentado pelos donos da casa. Os paranaenses somaram 16 pontos, oito do Gemadinha e seis do Paulichi, ambos reservas do Pato. O segundo quarto acabou 30 a 33, vantagem para os visitantes.

O terceiro quarto foi mais do mesmo para os brasilienses, com o aproveitamento coletivo diminuindo ainda mais, chegando a 18%. Marcado por escolha de arremessos afobadas, erros de passe e uma defesa esforçada mas não efetiva, o Brasília anotou apenas oito pontos novamente e viu seus adversários dispararem no placar às custas dos seus erros. Por parte do Pato Basquete, o armador reserva Gemadinha se destacou anotando cinco pontos, juntamente com o Scheuer, que anotou seis, impulsionando o Pato para uma vantagem de 12 pontos ao final do quarto. O terceiro quarto encerrou com o placar de 38 a 50 para os paranaenses.

O colombiano Rojas foi o destaque do Brasília Basquete na reta final (Créditos: Thiago Quint)

No quarto final da partida, o Brasília esboçou uma tentativa de recuperação, mas foi rapidamente abatido pela equipe visitante. A virada parecia uma realidade, nos minutos iniciais, o ala colombiano Pablo Siaan Rojas liderava a equipe com 9 pontos no quarto e o time se mostrava mais a vontade em quadra. Por volta dos cinco minutos jogados do quarto, houve uma queda de energia na Arena BRB Nilson Nelson, devido a forte chuva, e o jogo teve de ser paralizado por alguns minutos. O tempo foi o suficiente para esfriar o momento do time da casa e quando as luzes voltaram, o Pato Basquete foi ao ataque, anotando 15 pontos nos cinco minutos finais e matando o jogo. O último quarto acabou com o placar total de 53 a 70 para o Pato Basquete.

Próximos partidas

O Brasília Basquete volta às quadras no primeiro dia de dezembro, para enfrentar o Corinthians em São Paulo, no Ginásio Wlamir Marques. O Corinthians ocupa a 14º posição, duas acima do Brasília. Já o Pato Basquete vai jogar em casa, no Ginásio do Sesi, contra o Fortaleza BC, também no primeiro de dezembro, às 19h.

Por Bernardo Guerra
Supervisão de Luiz Claudio Ferreira

Post Author: Agencia de Noticias Uniceub

Professores e estudantes do curso de jornalismo construindo um projeto de extensão para promover práticas e repensar rotinas de produção