Enfermeiras explicam como teleconsultas previnem doenças do coração durante pandemia

Professoras e estudantes de enfermagem do Centro Universitário de Brasília (Ceub) defendem que a teleconsulta, durante a pandemia da covid-19, tem sido fundamental para prevenir riscos de doenças cardiovasculares, como infarto e AVC.  ” Se tem uma coisa que a enfermagem faz é se reinventar”, afirma a professora Valéria Aguiar.

Assista a palestra na íntegra: 

 

As professoras, no projeto de extensão, priorizaram pacientes com doenças crônicas e cardiovasculares, que, em tempos normais, precisavam comparecer a consultas regulares e, por conta da pandemia, tiveram que se isolar.

Com quase 20 anos de carreira e à frente do projeto desde 2016, Juliane Messias explicou como o foco sempre foi em manter a qualidade do ensino e da extensão, de modo que o projeto pudesse continuar a oferecer atendimento de qualidade a população necessitada de assistência.

Assim, as professoras priorizaram pacientes com doenças crônicas e cardiovasculares, que, em tempos normais, precisavam comparecer a consultas regulares e, por conta da pandemia, tiveram que se isolar.

Como funciona

Karla Mendonça, que é orientadora de prática do curso de enfermagem, explica que a consulta de enfermagem é o momento entre o enfermeiro e o paciente onde são ministradas informações pertinentes a sua saúde. “Demanda um bom exame físico, histórico do paciente, solicitação de exames laboratoriais e interpretação desses exames para traçar um cuidado direcionado para o paciente.”

Desse modo, ela explicita que o objetivo do trabalho é determinar o risco de desenvolver uma doença cardiovascular nos próximos 10 anos e prevenir consequências mais graves a partir de mudança no estilo de vida para promover qualidade de vida para os pacientes. Ainda, estabelecem uma rede apoio para a população, principalmente os mais afetados pelo isolamento, como idosos e jovens que desenvolveram quadros de ansiedade.

Karla mendonça destaca também que o projeto preza por todos os preceitos estabelecidos pela Resolução do COFEN- n° 634/2020, que autoriza a teleconsulta como medida de enfrentamento à pandemia. Dessa forma, quando iniciada a teleconsulta, que é feita por Whatsapp, os pacientes gravam um áudio consentindo com a consulta. Ao final, o projeto somou mais de 100 atendimentos e capacitou alunos para essa nova realidade que é a teleconsulta

Por Alexya Lemos

Supervisão de Luiz Claudio Ferreira

Post Author: Agencia de Noticias Uniceub

Professores e estudantes do curso de jornalismo construindo um projeto de extensão para promover práticas e repensar rotinas de produção