NBB: Reforços e nova estrutura dão esperança para nova temporada

O BRB/Brasília promete para a próxima temporada do NBB 14. A equipe apresentou oficialmente seu elenco para a temporada 21/22 da liga. O time, que terminou a última temporada na 16ª colocação, promete uma campanha muito melhor do que a da edição anterior.

Em evento celebrado na reabertura da Arena BSB Nilson Nelson, o BRB/Brasília apresentou sua nova casa. Entre as novas instalações estão um centro de alta performance, composto por uma ampla sala de fisioterapia, além de academia e vestiários personalizados. Outra novidade ficou no telão de LED instalado ao centro da quadra, que conta com o desenho do mascote do time, o Spooky (Alienígena).

O Brasília Basquete divulgou seu elenco repleto de reforços para a temporada (Foto: ASCOM/BRB/Brasília)

Em coletiva aberta à imprensa, Bernardo Bessa, CEO do BRB/Brasília, comentou que as novas instalações da equipe fazem parte de um centro de excelência em nível internacional. “Hoje temos mais de 18 patrocinadores. Temos uma arena caminhando para o padrão internacional. Com competência , transparência e profissionalismo, se vai longe. Hoje, Brasília já possui os três maiores públicos do Basquete Nacional. Não tenho dúvidas que vamos colocar os 10 maiores públicos da história do Brasil”, contou Bessa.

Richard Dubois, CEO da Arena BSB, disse que o retorno das atividades esportivas na capital e a reabertura do ginásio vão trazer mais atrações aos jogos. “É muito importante marcar o reingresso ao Nilson Nelson. Não tinha forma melhor de retomar as atividades. Reinaugurado o espaço dessa forma. Retomar as atividades, com a torcida presente, empurrando o time, será muito importante para o esporte de Brasília”, comentou.

A Diretoria do BRB/Brasília renovou com o técnico Ricardo Oliveira para mais esta temporada, acreditando na experiência e revelação de novos talentos. Além disso, o técnico foi responsável por formar atletas, como o ala/pivô Ronald, o armador Gabriel Santos e o ala Pedro Mendonça. A comissão é formada pelo Assistente Técnico Michael Swioklo, o Preparador Físico Guty e o Fisioterapeuta Vinícius Bispo. O técnico falou que a nova estrutura será fundamental para a temporada. “Voltaremos a fazer história nesse ginásio”, garantiu.

Um dos nomes mais queridos da torcida brasiliense, o ala Arthur falou da motivação para a disputa do Novo Basquete Brasil. “Nós acordamos pensando em fazer o melhor a cada dia. Temos um ambiente, hoje, muito melhor do que no ano passado, com um time mais coeso e focado”, compartilhou.

A expectativa para a nova temporada é das melhores para a equipe, apesar do último lugar no NBB 13 (Foto: ASCOM/BRB/Brasília)

Reforço

Grande reforço para a temporada, o armador Ricardo Fischer disse estar contente em participar do projeto: “É uma oportunidade muito boa, eu que já perdi título contra o Brasília, fico muito feliz em participar do projeto e com muita motivação para vencer”, comentou
O BRB/ Brasília Basquete entra em quadra dia 29 de outubro, às 20h, quando visita o São Paulo, no Ginásio do Morumbi, na capital paulista. A estreia em casa, no Ginásio Nilson Nelson, será em 4 de novembro, às 20h, diante do Pinheiros. Conforme decreto do GDF, os palcos esportivos da capital poderão receber até 50% de público durante as competições, os ingressos estarão disponíveis esta semana.

Plantel do BRB/ Brasília apresentado para temporada 21/22:

Armadores
● 5 – Ricardo Fischer
● 7 – Pedrinho Rava
● 8 – Gabriel Santos (Base)

Alas

● 1 – Zach Graham
● 4 – Arthur Belchior
● 10 – Gustavo Basílio
● 21 – Daniel Suassuna (Base)

Ala/Armadores

● 9 – Enzo Aguiar (Base)
● 55 – Siaan Rojas

Ala/Pivôs

● 6 – Gemerson Barbosa
● 23 – Cadu (Base)

Pivôs

● 3 – Ronald
● 15 – João Pedro Demetrio
● 33 – Agapy Santos (Base)

Comissão técnica

● Técnico – Ricardo Oliveira
● Assistente Técnico – Michael Swioklo
● Preparador físico – Guty
● Vinícius Bispo – Fisioterapeuta

Por Gabriel Teles

Post Author: Agencia de Noticias Uniceub

Professores e estudantes do curso de jornalismo construindo um projeto de extensão para promover práticas e repensar rotinas de produção