“Acolhidos”: exposição fotográfica mostra a trajetória dos refugiados venezuelanos

As dificuldades econômicas e sociais de refugiados venezuelanos inspiraram uma mostra de fotografias produzidas pelo repórter-fotográfico italiano Antonello Veneri. A exposição de 120 imagens está em cartaz no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em Brasília, até 31 de outubro.

O trabalho de Veneri  revela a difícil trajetória dos imigrantes venezuelanos, desde a saída, na fronteira da Venezuela, até os diferentes cantos do Brasil, onde famílias foram divididas pelo projeto “Acolhidos por
Meio do Trabalho”.

Essa iniciativa foi implementada pela AVSI Brasil e o Instituto Migrações e Direitos Humanos (IMDH), para facilitar a interiorização de refugiados e migrantes da Venezuela que vão para os centros de acolhimento em Roraima. Antonello acompanhou todos esses passos e apresenta-os através de suas fotografias.

Antonello Veneri em coletiva

Em entrevista concedida pelo fotógrafo, ele fala que a proposta de registrar as histórias dessas pessoas surgiu em maio. No mês de junho, ele começou a visitar vários estados brasileiros para documentar todas as fases
dos migrantes, viajando por 16 mil km.

A ideia surgiu Em 2019, quando ele já fotografava o Centro de Acolhimento de Roraima. “Algumas fotos da exposição são daquela época. Pode-se considerar um projeto de longo prazo”, diz o fotógrafo.

 


Uma foto de impacto na abertura da exposição é de uma venezuelana segurando sua filha recém-nascida no colo. “Esse retrato tem o significado de duplamente acolhida. A moça refugiada, que foi acolhida, um dia, trabalhando no frigorífico da Seara, para onde foi mandada pelo projeto de acolhimento através do trabalho,  passou um pouco mal e logo descobriu a gravidez. O bebê nasceu em Santa Catarina e a mãe a acolheu em seu colo, em meio a toda essa
realidade.”

Antonello acredita que o papel do fotojornalista é o de dar visibilidade para essas pessoas em situação de invisibilidade.  “O nosso papel é escutar. Eu, como fotógrafo, busco através do olhar uma forma de escutar o outro que está sendo fotografado e foi isso que fiz nesse projeto”.

Além das fotografias, a exposição traz depoimentos de pessoas entrevistadas por intermédio de recursos audiovisuais que abordam o momento do refúgio. Na trilha sonora,  músicas de fundo da cantora argentina Mercedes Sosa, que foi uma das artistas que chamam atenção sobre os migrantes e refugiados.

Entidade

A AVSI é uma organização sem fins lucrativos, construída em 2007 para contribuir na melhoria das condições de vida de pessoas que vivem em situações de vulnerabilidade.

Atualmente a instituição faz a gestão de oito centros de acolhida a refugiados e migrantes venezuelanos em Roraima, acomodam cerca de cinco mil pessoas e suas estruturas de acomodação vem se tornando referência no mundo
inteiro.

Serviços da exposição

Exposição Fotográfica
Acolhidos: o percurso da Venezuela à integração no Brasil (fotografias de
Antonello Veneri)
Local: Centro Cultural Banco do Brasil – CCBB Brasília
Endereço: SCES Trecho 2 – Brasília/DF (vão central da Torre 4, térreo)
Período: Até 31 de outubro de 2021
Horário: 9h às 21h – de terça à domingo
Entrada: Gratuita
Classificação etária: Livre

Por Julia Luma e Vinícius Braga Milhomem

Fotos: Vinícius Braga Milhomem

Supervisão de Luiz Cláudio Ferreira

Post Author: Agencia de Noticias Uniceub

Professores e estudantes do curso de jornalismo construindo um projeto de extensão para promover práticas e repensar rotinas de produção