Inflação leva à “contaminação” dos preços, explica economista

Os aumentos nos valores do preço do combustível, da conta de energia elétrica e dos alimentos têm tirado o sono dos brasileiros. A elevação nos valores dos diversos setores traz uma relação entre si. “A inflação é um fenômeno que, se não for sustado, tende a provocar uma espécie de contaminação de todo o sistema de preços”, afirma o economista Roberto Piscitelli. Ele exemplifica que o aumento na gasolina reflete tanto no transporte dos alimentos que chegam até os supermercados como nos serviços de delivery.

Segundo os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o IPCA , índice responsável por medir a inflação, alavancou em 9,68% nos últimos doze meses. Essa alta proporciona uma elevação no custo de vida, logo, os produtos essenciais passam por reajustes constantes e se tornam mais caros. 

E o salário…

Segundo Roberto Piscitelli, que também é professor de finanças públicas da Universidade de Brasília (Unb), a inflação é um processo contínuo com efeito cumulativo. Isso indica que com o decorrer do ano, o dinheiro vai perdendo o seu valor, porém, o salário mínimo não acompanha essa mudança.

 

(José Cruz/Agência Brasil)

Entenda a inflação

Afinal, há possibilidade de terminar o ano fora do vermelho? Com baixas expectativas para o futuro, já está perceptível que, infelizmente, o Brasil irá estourar a meta prevista para este ano. Vale lembrar que o contexto político atual e a proximidade com as eleições reflete totalmente nesse processo econômico.

Como forma de diminuir o impacto, o professor orienta que é necessário maior racionalidade na escolha dos produtos e dos serviços, a fim de prevenir o endividamento. Planejamento e acompanhamento dos orçamentos pessoais também são estratégias sugeridas. “É essencial definir com clareza o que é mais urgente, quais são as prioridades, segundo critérios de conveniência e oportunidade”, afirmou o economista.

Por Eduardo Amorim

Supervisão de Luiz Claudio Ferreira

Post Author: Agencia de Noticias Uniceub

Professores e estudantes do curso de jornalismo construindo um projeto de extensão para promover práticas e repensar rotinas de produção