“Tempo”, de Shyamalan, propõe debate existencial

Tempo (Old) é o novo thriller do diretor M. Night Shyamalan (de filmes como O Sexto Sentido, Corpo Fechado, Fragmentado). O longa acompanha uma família comum com problemas normais, onde, durante as férias, descobrem uma praia isolada que, misteriosamente, faz com que as pessoas envelheçam rapidamente de forma misteriosa. O filme, que estreia neste final de semana no país, é baseado na história em quadrinhos “Castelo de Areia” (Sandcastle), de Pierre-Oscar Lévy (roteiro) e Frederik Peeters (arte).

Confira o trailer oficial do filme

 

O filme, de primeira parte mais lenta, encontra ritmo de tensão após a apresentação das personagens e do terror que passa a ser embutido diante do inusitado envelhecimento das pessoas em uma praia. O filme consegue prender o espectador durante o desenvolvimento, fazendo com que o público espere o próximo acontecimento, o que gera desconforto permanente.

Mesmo com o clima angustiante, Tempo tem problemas de roteiro e de lógica diante das próprias regras. Particularmente, o ritmo de envelhecimento não funciona da mesma maneira para todos. Nesse sentido, alguns personagens poderiam ter mais camadas e importância para a trama.

Durante o desenrolar da história, fica clara a tentativa de mostrar a reflexão sobre o tempo (é até mesmo o título do filme no Brasil). O longa mostra, de forma muito intensa, que não vale a pena levar certos desentendimentos para a vida, afinal, todo ciclo tem um final. De certa forma, pode-se dizer que a obra é adepta a esse olhar existencialista.

A parte final, a que poderia corresponder a um “terceiro ato”, no entanto, não tem a resolução grandiosa que o desenvolvimento prometia. O plot twist do final não completa a ruptura proposta. Traz à tona um debate ético, mas que não gera o impacto esperado.

Ficha técnica

Elenco: Alex Wolff, Thomasin McKenzie, Gael García Bernal, Vicky Krieps, Aaron Pierre, Eliza Scanlen, Rufus Sewell, Ken Leung, Nikki Amuka-Bird, Emun Elliott, M. Night Shyamalan, Abbey Lee Kershaw, Gustaf Hammarsten.
Direção: M. Night Shyamalan
Roteiro: M. Night Shyamalan
Duração: 1 hora e 49 minutos

Por Mateus Arantes*
* Assistiu à pré-estreia a convite da Espaço/Z

Post Author: Agencia de Noticias Uniceub

Professores e estudantes do curso de jornalismo construindo um projeto de extensão para promover práticas e repensar rotinas de produção