NBB: Cerrado Basquete perde no estouro do cronômetro

Contra uma equipe desfalcada do Fortaleza, o Cerrado Basquete chegou perto, mas bateu no aro e perdeu mais uma partida, somando já seis derrotas na liga. O jogo aconteceu na sexta-feira (4/12), no ginásio da Asceb, em Brasília.

Com a vitória, a equipe cearense embala a segunda vitória seguida, mesmo contando com a ausência do pivô Lucas “Bebê” Nogueira, e chega a um aproveitamento positivo de 57.1%,: são quatro vitórias em sete jogos. Na tabela de classificação, empata com as equipes do Sesi Franca e do Minas como os times com melhor aproveitamento jogando como visitantes.

O Jogo

O Cerrado teve postura  ofensiva no primeiro quarto da partida, liderado pelos ala armadores JC Fuller e Paulo Lourenço, JC anotou 11 pontos em apenas oito minutos em quadra e Paulo teve um aproveitamento de três bolas convertidas em três arremessos feitos, assim alcançando a marca de seis pontos.

Já do lado do time do Fortaleza, seus principais jogadores tiveram inícios apagados, com o pivô reserva, Mathias tornando-se o destaque da equipe cearense no primeiro quarto, com oito pontos e quatro rebotes. O primeiro quarto se encerrou com o placar de 27 a 19 para a equipe da casa.

Foto: Gabriella Tomaz

Com a chegada do segundo quarto, os papéis foram invertidos. O time do Cerrado arremessou 15 bolas no total, mas acertou apenas quatro deles, culminando em só 11 pontos feitos no quarto. O lado defensivo da equipe também sofreu forte impacto em comparação ao quarto anterior, com perda frequente de posse de bola.

A equipe cearense soube aproveitar essas brechas e voltou ao jogo com seis jogadores diferentes pontuando no quarto, incluindo o ala-pivô, Felipe, que liderou a virada de jogo para o Fortaleza em um placar final de 11 a 25 no quarto, 38 a 44 no placar geral, vitória parcial para a equipe cearense até então.

Após o intervalo, com o jogo ainda em aberto, as equipes voltaram para a quadra determinados a levar a melhor, porém o resultado abaixo da média para ambas, com menor aproveitamentos dos dois lados. As equipes do Cerrado e do Fortaleza aparentavam cansaço após os dois intensos primeiros quartos. O único destaque do terceiro quarto foi o armador americano Dontrell Brite, que marcou seis pontos em cinco minutos para o time da capital cearense, assim encerrando o terceiro quarto 13 a 15, com o placar geral de 51 a 59.

ACOMPANHE A COBERTURA DOS JOGOS DO NBB EM BRASÍLIA

No último quarto da partida, a equipe candanga foi com força máxima tentar a virada, porém, aos dois minutos do quarto, o pivô titular, Douglas Nunes, caiu de mal jeito após disputar um rebote, precisando ser substituído. Esse pareceu ser o fim das esperanças de vitória do Cerrado Basquete, com a responsabilidade de proteger o garrafão pelos oito minutos finais.

Faltando um segundo no relógio, foi a experiência do técnico do Fortaleza, Alberto Bial, que se mostrou crucial para garantir a vitória, montando uma jogada simples mas eficiente, um passe da linha lateral para o pivô Mathias, que arremessou com agilidade e selou uma vitória emocionante para o Fortaleza no segundo final. O placar do quarto acabou em 22 a 16 para o Cerrado, mas o resultado final terminou favorável a equipe cearense, 73 a 75.

Destaques da partida

O ala-pivô Felipe, do Fortaleza Basquete Cearense, foi o destaque da equipe, embora tenha tido um começo apagado, ele rapidamente se recuperou e passou a liderar o time em uma importante vitória. Com habilidade e experiência, o jogador de 41 anos anotou um duplo-duplo na partida, com 13 pontos e 10 rebotes, além de duas assistências.

Do lado do Cerrado, o destaque foi o ala-armador Paulo Lourenço, incansável desde o primeiro minuto, mostrou poder ser uma peça muito importante para jogos futuros e ficando a apenas dois pontos de empatar seu recorde da carreira de pontos em um jogo só, além de também anotar um duplo-duplo, com 20 pontos e 10 rebotes na partida.

Próximos jogos

Ambas as equipes voltam para as quadras neste domingo (6/12). O time do Fortaleza enfrenta o BRB/Brasília, às 11h30, e busca sair invicto da capital com três vitórias em três jogos, se provando como um dos times na disputa do título da temporada. Já o Cerrado Basquete vai jogar como o azarão contra a forte equipe do Minas, e vai seguir na sua busca de quebrar a sequência de derrotas e conseguir uma importante vitória para tranquilizar seus torcedores e trazer a confiança de volta aos seus jogadores.

Por Bernardo Guerra
Supervisão de Luiz Claudio Ferreira 

Post Author: Agencia de Noticias Uniceub

Professores e estudantes do curso de jornalismo construindo um projeto de extensão para promover práticas e repensar rotinas de produção