Covid-19 pode provocar doenças hematológicas; entenda

Os sintomas mais comuns da covid-19 são  tosse, falta de ar, febre e cansaço, sintomas bem característicos de uma gripe.  Após a inflamação nas mucosas, a respiração pode fazer com que o vírus avance para os pulmões e ele vai se conectar às células deste órgão da mesma forma. Além da síndrome respiratória que ataca diretamente o pulmão, problemas neurológicos, renais e hematológicos podem surgir.

A covid-19, além de complicar primeiramente afetando o sistema respiratório, atua em todo o corpo humano, pode levar a complicações sanguíneas, incluindo veias e artérias, que podem ter entupimento.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a cada 37 segundos, uma pessoa morre por complicações de um coágulo sanguíneo. Uma das maiores preocupações dessa ligação entre trombose e Covid-19 diz respeito à identificação de uma forte ligação entre parâmetros anormais de coagulação e mortalidade. A recomendação da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV) é de que pacientes com histórico de doenças vasculares façam o acompanhamento com um angiologista ou um cirurgião vascular.

A covid-19 não age igualmente para todas as pessoas por razões que  a ciência não decifrou completamente. Uma pessoa idosa, por exemplo, pode ter o sistema imunológico  mais comprometido. Comorbidades como  hipertensão, diabetes e outros problemas pré-existentes são complicadores na evolução da covid-19.

A embolia pulmonar, ou tromboembolismo pulmonar (TEP), é uma condição potencialmente grave que ocorre pela migração de um êmbolo ou coágulo para o pulmão. O sintoma mais comum da trombose pulmonar é a intensa falta de ar, que pode surgir rapidamente ou com o tempo. Porém, outros sintomas podem estar presentes, como  sensação de desmaio, tosse com sangue, dor no peito e palpitações.

Por Paloma Cristina

Sob supervisão de Luiz Claudio Ferreira

Post Author: Agencia de Noticias Uniceub

Professores e estudantes do curso de jornalismo construindo um projeto de extensão para promover práticas e repensar rotinas de produção