“E Daí?”: exposição de 5 artistas via Instagram critica Bolsonaro

Cinemas, teatros, shows, centros artísticos… há quanto tempo você não participa de uma dessas atividades? Com todos esses eventos vazios há meses, os artistas formam uma das classes mais afetadas durante a pandemia. Sem exercerem suas profissões da forma comum desde o início do ano, cinco artistas decidiram inovar com uma exposição pela internet com pinturas feitas a óleo.

O nome “E daí?” foi inspirado da fala do Presidente Jair Messias ao ser questionado sobre o alto número de mortes pela Covid-19 no Brasil. Apesar de o projeto ser baseado em obras que criticam o atual governo, o principal objetivo da exposição é conduzir o público para reflexões e debates virtuais sobre a atual situação do país.

“Além de uma crise econômica, aumentando a todo dia a injustiça e o abismo social, casos de corrupção pululando no noticiário a cada momento envolvendo até a família do presidente, acordões com o centrão e intervenção na polícia e na lava-jato, que outrora foi tão ovacionada por aqueles eleitores, agora temos um governo que não respeita a vida, as pessoas, as instituições, a natureza e a democracia e ainda incita a violência como modo de vida. É isso que queremos como país?”, explica um dos idealizadores.

 

 

A ideia nasceu de uma só pessoa, que cativou os outros que e tudo se alinhou naturalmente. O coletivo possui cinco artistas brasileiros de diferentes lugares do mundo (Brasília, São Paulo e Europa). São 4 mulheres e 1 homem que optaram por terem suas identidades ocultas com medo de possíveis ataques de apoiadores do governo, ou até de pessoas que fazem parte dele. O “E Daí?” serve como uma via de mão dupla que mostra o trabalho dos artistas com críticas inseridas.

“Toda arte é política.Temos visto, desde antes das eleições, ataques constantes a jornalistas, artistas, opositores e quaisquer pessoas que não concordem com o que aí está. Partiram de xingamentos e ofensas a agressões físicas de fato e não só nas redes sociais, mas também nas ruas e até nas portas das casas dessas pessoas.”, contou um dos artistas.

Os membros do projeto sentem muita insegurança com a falta de apoio na arte do Brasil e ainda acreditam que os tempos atuais se alinham com os da ditadura. Um deles conta: “Não dá para se calar, o artista tem mesmo essa função de contrapor, de questionar. É triste ver que hoje, assim como na época da ditadura militar no Brasil, artistas são perseguidos e correm tanto risco ao tentar se expressar.”

A exposição começou a ter suas obras postadas no mês de agosto e não deve durar mais muito tempo. O objetivo é que o conteúdo e a mensagem das pinturas sejam os principais “personagens”, com a importante missão de levar a ideia, unida da reflexão para as pessoas por um bom tempo.

“O projeto é uma exposição que terá duração enquanto cumprir seu papel. Mas o questionamento, o posicionamento não. Esse é um momento histórico e lembraremos dele no futuro. Se hoje causa repulsa e perplexidade a tantos, imagine no futuro, quando olharmos para trás e analisarmos o quanto de absurdos foram feitos e ditos no Brasil dessa época. O tempo é implacável.”, afirma um dos integrantes.

 

 

A tecnologia e as redes sociais de hoje em dia possibilitam que trabalhos como o “E Daí?” sejam feitos. Mesmo assim, o coletivo sonha em poder expor o projeto de forma presencial. Contudo, os artistas temem que o projeto não seja bem aceito por um grupo de pessoas e isso cause danos. Um deles explica: “Temos que considerar que algumas pessoas entraram nesse modo de ódio a tudo. E qualquer coisa que seja diferente do que pensam deva ser simplesmente aniquilado, banido da face da terra. Não há mais espaço para o diálogo, para o contraditório. Fé cega e faca amolada. Mas sem poesia, só fanatismo.”

Após pouco mais de um mês com o projeto ativo na internet, 24 obras criadas e expostas, o grupo se mostra assustado com a situação do país e não pensa em muitos planos para o projeto. 

“Difícil dizer num cenário onde hoje não sabemos nem quais serão os próximos passos do Brasil. Tempos sombrios.”, conta um dos artistas.

A exposição pode ser acompanhada no instagram oficial do projeto, @expo_e_dai.

 

 

Por Gustavo Choairy

Supervisão de Luiz Claudio Ferreira

Post Author: Agencia de Noticias Uniceub

Professores e estudantes do curso de jornalismo construindo um projeto de extensão para promover práticas e repensar rotinas de produção