Saiba quem deve se vacinar contra o sarampo

Pelo menos 27 postos de saúde no Distrito Federal recebem crianças e adolescentes (de a 19 anos de idade) para a campanha de imunização contra o sarampo. A campanha é dividida em duas etapas. Em 2019 o Brasil perdeu o certificado de erradicação do sarampo, chegando até 15.914 (26%) casos confirmados.  Nos postos de atendimentos, é preciso levar identidade e cartão de vacina. Confira a lista de salas de vacinação.

Crianças integram o público prioritário da campanha. Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

Em 2019, segundo o Boletim Epidemiológico de janeiro, foram notificados 61.293 casos de suspeita de sarampo, sendo São Paulo o estado com mais casos, chegando a 2.702 casos confirmados, e no Paraná, segundo estado com maior contaminação, com 405 casos confirmados. O DF está em último lugar com apenas um caso confirmado, embora 278 tenham entrado em investigação.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) monitora o sarampo no mundo inteiro. O último levantamento feito pelo Unicef aponta o Brasil como terceiro país no ranking de surto de sarampo entre 2017 e 2018, ficando atrás da Ucrânia em primeiro lugar e as Filipinas em segundo. 

Contágio

A doença é considerada altamente contagiosa, sendo mais perigosa que o ebola e a influenza, o vírus pode ser contraído por alguém em até duas horas após o contato com o infectado. A transmissão ocorre quando o doente tosse, fala, espirra ou respira próximo de outras pessoas, e a maneira mais eficaz de prevenção é a vacina. 

Os principais sintomas são febre acompanhada de tosse; irritação nos olhos; nariz escorrendo ou entupido; mal-estar intenso. Em um período de três a cinco dias, podem aparecer outros sinais e sintomas, como manchas vermelhas no rosto e atrás das orelhas que, em seguida, se espalham pelo corpo. Após o aparecimento das manchas, a persistência da febre é um sinal de alerta e pode indicar gravidade, principalmente em crianças menores de 5 anos de idade.

A Campanha de Vacinação se iniciou no dia 10 de fevereiro, com público alvo entre pessoas de 5 a 19 anos de idade, e acaba no dia 13 de março, sexta-feira. O dia D de mobilização nacional no dia 15 de fevereiro. No grupo etário de 5 a 19 anos, estima-se que haja em torno de 3 milhões de pessoas não vacinadas contra o sarampo, o objetivo do Ministério da Saúde é vacinar 2,9 milhões de pessoas no país.

Por Maria Clara Andrade e Lara Oliveira

Post Author: Agencia de Noticias Uniceub

Professores e estudantes do curso de jornalismo construindo um projeto de extensão para promover práticas e repensar rotinas de produção