Festival Puroritmo celebra a cultura africana no CCBB Brasília

Filhas de Oya (DF) é atração local do evento. Foto: Divulgação

“Nossos ancestrais africanos são lembrados por meio de ritmos, costumes e temperos da Mãe África. A expectativa é que o público acesse conteúdos e viva um pouco da África em plena Capital Federal e que passe a valorizar mais a origem do ser brasileiro. Com isso, reconheça mais a si mesmo e sua própria cultura”, comenta o idealizador do festival, Rafael Poubel.

Os paulistas da banda Oroya trazem um som com estio senegalês. Foto: Divulgação

Neste final de semana, acontecerá a 13ª edição do Festival Puroritmo no Centro Cultural do Banco do Brasil. Com a África e sua cultura em foco, o evento conta com artistas da cena do Distrito Federal, nacional e internacional como Filhas de Oya (DF), Horoyá (SP/SENEGAL), Rita Benneditto (MA) e Songhoy Blues (MALI).

Durante a programação também será realizada a feira de artesanato africano, com coordenação da Diaspora009, marca que alia a estética e o discurso e faz curadorias de tecidos, alta-costura, histórias, referências culturais afro diaspóricas, decoração e memórias coletivas para a construção contínua de uma identidade negra positiva y libertária. Haverá exposições de artistas negras e também oficinas de boneca Abayomi, símbolo de resistência, tradição e poder feminino na cultura africana. Tecnologia e audiovisual serão exploradas na projeção mapping 360O. buscando levar o expectador a reflexão.

“As projeções estão sendo criadas a partir das temáticas Cerrado, águas e ancestralidade africana numa narrativa que visa causar impacto e comunicar, quando a valorização de nossos ancestrais e a conexão do homem com a natureza estão intimamente correlacionados e são fundamentais para o resgate da consciência de acerca da importância do meio ambiente  e da nossa cultura para a saúde do homem e do planeta ”, aponta Carina Bini, produtora e diretora audiovisual que está coordenando esta edição do festival Puroritmo. Com atrações musicais, gastronômicas, feira de artesanato, oficina de hortas orgânicas, o festival promove uma imersão no universo da produção cultural e sustentabilidade de forma inovadora.

Programação

Sexta, 28 de setembro

16h às 21h – Feira de Artesanato

19h às 23h – Feira Gastronômica

19h às 23h – Exibição vídeo em mapping (sessões alternadas durante o período)

Oficinas
*(Para alunos das escolas públicas do DF agendadas)

15h – Musiclar: Instrumentos músicas com materiais reciclados

16h – Musiclar: Instrumentos musicais com matérias reciclados

Programação Musical

20h – DJ Chico Aquino

21h – Fanta Konatê (GUINÉ/BRA)

22h – DJ Nyack (SP)

23h – Songhoy Blues (MALI)

Sábado, 29 de setembro

16h às 21h – Feira de Artesanato

19h às 23h – Feira Gastronômica

19h às 23h – Exibição Vídeo em mapping *(sessões alterndas durante o período)

Oficinas

*(para público em geral, com limite para 40 participantes por ordem de chegada)

16h – Palhacitas Sustentáveis – Vamos reciclar.

16h – Nutrição Funcional

17h – Oficina Boneca Abayomi

17h – Horta linda: horta em pequenos espaços

Programação Musical

17h – Sussa Kalunga (GO)

18h – Afoxé Omo Ayô (DF)

19h – DJ Tudo (DF)

20h30 – Horoyá (SP/SENEGAL)

22h – DJ Odara (DF)

23h – Rita Benneditto (MA)

Domingo, 30 de setembro

16h às 21h – Feira de Artesanato

19h às 23h – Feira Gastronômica

19h às 23h – Exibição vídeo em mapping *(sessões alternadas durante o período)

Programação Musical

16h30 – Mandé Moba (DF)

17h30 – DJ Sapo (DF)

18h30 – Filhas de Oyá (DF)

19h – DJs Aisha e Yamina (DF)

20h – Lazzo Matumbi (BA)

Por Ana Clara Avendaño

Fotos: Divulgação

Supervisão de Luiz Claudio Ferreira

Post Author: Agencia de Noticias Uniceub

Professores e estudantes do curso de jornalismo construindo um projeto de extensão para promover práticas e repensar rotinas de produção

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *