Na construção civil, trabalhadores do DF sobrevivem em meio à rotatividade do mercado

Antônio Ribeiro trabalha na construção civil e é pedreiro com carteira assinada há mais de 20 anos. “Fico pouco tempo nas empresas (quatro ou cinco anos em cada uma). É desse jeito. Quando acaba o serviço, vou pra outra obra. Quando não tem, eu sou demitido e tento outra empresa”. A rotina profissional do trabalhador […]